Informações para a viagem: Saúde e segurança | Islândia Brasil



INFORMAÇÕES PARA A VIAGEM

SAÚDE E SEGURANÇA

Permanecendo saudável


Os islandeses são abençoados com um ambiente muito saudável. O uso de energia geotérmica e hidroelétrica anulou completamente a poluição. Alguns dizem que a Islândia tem a água que sai da torneira mais pura do mundo, e até mesmo água de lagos e rios é potável. A incidência de infecções por insetos, pela água ou por comida são extremamente baixos – porém tome cuidado com alimentos crus. Em 2007 ocorreu a completa proibição do fumo em bares, restaurantes, hotéis e cafés.

As variações extremas da luz do sol na Islândia podem bagunçar seu relógio interno. Recomenda-se levar uma máscara de olhos para ajudar o sono no verão. Nos curtos dias de inverno, os islandeses combatem a depressão através da tradicional prática de engolir uma dose de óleo de fígado de bacalhau todas as manhãs; o óleo é rico em vitamina D, que naturalmente é gerada pelo sol em contato com a pele.

O sol pode ser mais forte do que muitos turistas pensariam, por estarem em uma latitude tão alta. Leve protetor solar e labial para proteger sua pele, e óculos de sol para proteger os olhos, especialmente em caso de passeios a geleiras.

Na primavera e verão você poderá levar um repelente para espantar um pouco os borrachudos que podem incomodar bastante, especialmente em algumas regiões do interior com água próxima. A Islândia possui algumas abelhas e vespas, então qualquer pessoa com alergia a esses insetos deve levar medicação portátil. Leve comprimidos contra enjoo, caso esteja planejando passeios de barco, de ferryboat ou em passeios de carro pelo interior, que sacodem bastante.

Segurança ao ar livre e no interior


Se os islandeses tivessem que colocar uma placa de atenção em cada local potencialmente perigoso, estariam perdidos. Tenha sempre muito cuidado enquanto no interior deserto da Islândia. Faça sempre uma análise prévia dos perigos em potencial antes da viagem, e converse com alguém que tenha conhecimento dos locais antes de partir. Leve um estojo de primeiros socorros antes de ir para qualquer destino mais isolado. Caso você possua um smartphone ou tablet, baixe o app 112 Iceland, que marca sua posição através de GPS em qualquer lugar da Islândia – lembrando-se que os telefones funcionam em quase todo o território.

Prepare-se para a mudança brusca do tempo na Islândia. Para ver a previsão atualizada, veja com a Agência de Meteorologia da Islândia (vedur.is). Lembre-se que a temperatura cai aproximadamente 1°C para cada 100 metros de elevação. Até mesmo perto da região costeira no verão as temperaturas à noite podem cair bastante. Sempre carregue junto consigo roupas quentes e à prova d’água (calçados também), mesmo no verão.

Leve um mapa e bússola para caminhadas mais longas ou, de preferência, um GPS. Um celular também é útil para emergências. Baixe o aplicativo mencionado acima. Para mais informações sobre celulares, telefones e internet, veja a página Telefones e internet.

Rochas


As rochas na Islândia são frequentemente soltas e partem-se facilmente. Calçados para escalada ou caminhada com bastante apoio são recomendados. Tenha cuidado de não deixar uma rocha escapar e cair em alguém que esteja abaixo de você, no evento de uma escalada, e tenha em mente o potencial de quedas de rochas e avalanches.

Regiões geotermais e vulcões


Em locais caracteristicamente geotermais, obviamente não tente colocar seu dedo onde a água está brotando da terra para “verificar” se ela está realmente quente. Mas alguns perigos não são tão óbvios. Algumas pessoas às vezes pisam em uma fina camada de terra e caem em uma poça de lama borbulhante abaixo. O solo mais claro geralmente é o mais perigoso. Mantenha-se nas trilhas, quando demarcadas, e sempre ouça conselhos antes de se aproximar de vulcões ativos.

Geleiras


Até mesmo viajantes na estrada, que dificilmente saem de seus carros, podem encontrar uma geleira cara a cara. Não caminhe em uma geleira sem ter experiência ou orientação de um especialista local. Passeios organizados com guias profissionais são o melhor modo. As geleiras podem se quebrar sem aviso prévio, e até mesmo uma superfície lisa pode esconder fendas gigantescas. Se você for caminhar sobre uma geleira, apesar de todo o perigo, siga as trilhas de outras pessoas e de outros snowmobiles Geralmente a melhor época para se cruzar uma geleira e de meados de fevereiro a meados de julho, com condições otimizadas entre março e maio.

Nunca entre em cavernas de gelo; até mesmo guias experientes raramente lideram grupos nesses locais. Também cuidado com a areia movediça que pode se formar em local de derretimento nas bordas das geleiras.

Abrigos de emergência


A Associação Islandesa Para Busca e Resgate (ICE-SAR) (icesar.com) mantém vários abrigos de emergência laranjas bem chamativos por todo o interior remoto, em localidades litorâneas e na beira de estradas nas passagens de montanha. Os abrigos são identificados na maioria dos mapas e são estocados com comida, combustível e cobertores. Eles devem ser utilizados somente em caso de emergência. Se você for forçado a usar algo, lembre-se de marcar o que foi usado, para que possa ser reposto.

Busca e resgate


Os islandeses normalmente costumam encorajar os turistas a informar alguém antes de se aventurarem em regiões remotas sozinhos. Na maior parte das viagens, você pode simplesmente deixar seu nome e itinerário em um centro de informações turísticas ou com o guarda-parques. Para passeios mais arriscados, você deve se registrar no escritório de Reykjavík da Associação Islandesa Para Busca e Resgate (Skógarhlíð 14; icesar.com). O seu plano de viagem pode ser deixado também online. Clique aqui para ver o site completo sobre segurança nas viagens dentro da Islândia, além de deixar seu plano de viagem.

Disponibilidade geral da saúde


A Islândia possui tratamentos de saúde de altíssimo nível e possui mais médicos per capita do que qualquer outro país no mundo. Praticamente todos os médicos falam inglês razoavelmente bem. Reykjavík e cidades maiores possuem hospitais. A maioria das cidades menores possuem ao menos um médico e uma farmácia (apótek); se você precisar de um médico, pergunte na farmácia local ou qualquer outro comércio. A maioria das farmácias abre das 9 da manhã até as 6 da tarde, e os remédios mais simples são disponibilizados sem receita no balcão. No interior desértico da Islândia, entretanto, é uma outra história: você pode estar a horas somente da forma mais rudimentar de socorro.

O que fazer se você ficar doente


Para emergências na Islândia, ligue 112. Se você ficar doente na Islândia, você pode simplesmente ligar ou ir ao hospital ou posto de saúde mais próximo. Baixe também o app 112 Iceland.

Até mesmo cidadãos brasileiros que tenham seguro de viagem poderão ter que pagar todas as despesas médicas de cara e quando retornarem ao Brasil serão reembolsados. Antes de viajar, certifique-se de quais serviços seu seguro cobre.

Criminalidade


O crime não é inexistente, mas está longe de ser um problema na Islândia. Fora de Reykjavík, os islandeses mal trancam as portas de casa. O país inteiro tem menos de mil policiais, a maioria deles é desarmada, e a população prisional total é de menos de 200.

Simplesmente tenhas as mesmas precauções de qualquer outro lugar no mundo. Não carregue uma bolsa que não fecha. Não retire um maço de dinheiro e deixe à mostra se estiver em uma rua cheia. Carregue sua carteira em um bolso frontal para evitar furtos. Não carregue todo seu dinheiro e cartões de crédito no mesmo local. Tranque as portas do carro e não deixe objetos de valor expostos no interior (utilize um cofre no hotel, quando disponível).