Informações para a viagem: Viajando pela Islândia | Islândia Brasil



INFORMAÇÕES PARA A VIAGEM

VIAJANDO PELA ISLÂNDIA

Devido aos desafios impostos pela topografia islandesa, as distâncias são, quase sempre, aproximadas. Independentemente de você estar de carro ou a pé, sempre confirme sua rota exata antes de sair, em especial se estiver viajando pelas regiões rurais.

De carro


Os islandeses amam seus automóveis por uma razão: a Islândia não possui transporte ferroviário, e muitos dos principais atrativos turísticos da Islândia ficam fora das regiões povoadas. Um veículo privado pode ser ainda mais necessário durante a meia-estação (abril e maio; setembro e outubro), quando a maior parte dos ônibus e passeios de dia inteiro não está operando. Alugar um carro custa bastante, mas normalmente acaba saindo pelo mesmo preço que os ônibus e avião, especialmente se você estiver viajando em um grupo de três ou quatro passageiros. Andar por Reykjavík sem carro é bem fácil, e arranjar estacionamento na capital pode ser perturbador. Dessa forma, a maior parte dos turistas aluga um carro quando estão de saída da cidade.

A Rodovia 1, normalmente referida como a "Rodovia do Anel", possui 1.328 km e dá a volta completa na ilha. É pavimentada e é limpa de gelo durante o inverno. Somente em torno de um terço da malha rodoviária da Islândia é pavimentada, entretanto.

Idade mínima e carteira de motorista

Geralmente é necessário ter 21 anos para alugar um carro normal na Islândia e 23 anos para alugar um veículo 4x4, mas as políticas variam entre as empresas. Não existe idade máxima. A carteira de habilitação brasileira (CNH) é reconhecida na Islândia, se levada tradução juramentada para o inglês em conjunto. Mas o incômodo não é necessário. É só ir ao Detran mais próximo e pedir que seja feita sua PID (Permissão Internacional Para Dirigir), mais conhecida como "carteira internacional". Ela vem em diversos idiomas e é o que de fato deve ser utilizada como documento de identificação enquanto dirigir na Islândia e na hora de retirar o automóvel alugado na chegada.

Seguro

O seguro básico de danos a terceiros normalmente está incluso nas tarifas de aluguel de automóvel. Dirigir em estradas de montanha proibidas irá anular seu seguro, em carros tradicionais. A letra "F" precede o número das estradas de montanha nos mapas e placas. Até mesmo com veículos 4x4, o seguro geralmente fica invalidado se você tentar cruzar algum rio. O seguro padrão não cobre danos ao carro por colisões com animais, e você ainda terá que compensar os danos ao proprietário do animal. Até mesmo para pequenos acidentes, faça uma ocorrência com a polícia para ter certeza que seu seguro irá cobrir.

Câmbio automático ou manual

Até mesmo as maiores locadoras de automóvel da Islândia possuem bem poucos carros com transmissão automática. Eles precisam ser reservados com antecedência, e normalmente custam ao menos 10% mais.

Tração em duas ou quatro rodas

Muitas das mais belas paisagens islandesas são acessíveis somente para veículos 4x4, então se você estiver em um carro normal, prepare-se para invejar ver um 4x4 virar na Rodovia do Anel para um grande nada. Todas as maiores agências alugam veículos com tração nas quatro rodas e juntamente vão cordas, pás, litros extras de combustível, e aparelhos de GPS. Em contrapartida, a grande maioria das estradas pode ser percorrida por carros tradicionais, e para os trajetos mais difíceis é sempre possível tomar um ônibus ou entrar em passeios com superjipes. Tomar tal atitude pode poupar bastante dinheiro em gasolina, e o ambiente agradece.

Leis de trânsito

Na Islândia a direção é pelo lado direito, como no Brasil. A menos que esteja marcado ao contrário, o limite de velocidade é de 30 km/h nas zonas residenciais, 50 km/h nas cidades, 80 km/h em estradas não-pavimentadas e 90 km/h em estradas asfaltadas. Nas rótulas (rotatórias), a preferencial é do motorista que estiver na faixa interior. Os faróis precisam estar sempre acesos.

Cintos de segurança são obrigatórios nos bancos da frente e de trás, e crianças com menos de 6 anos devem ser acomodadas na “cadeirinha” adequada para seu tamanho e peso; elas normalmente podem ser alugadas, mas você pode trazer a sua própria. Ninguém com menos de 1,40 m, ou pesando menos que 40 kg, ou com menos de 12 anos de idade pode andar no banco da frente equipado com airbag. Falar ao celular é proibido, a menos que você tenha um sistema de hands-free ou viva-voz. Muitos cruzamentos da capital possuem câmeras para verificar infrações de trânsito.

O limite de álcool no sangue é muito estrito, de somente 0,05%. Dirigir após ter tomado somente uma dose pode acabar te colocando em problemas com a polícia. Assim como no Brasil, os motoristas suspeitos de estarem dirigindo sob a influência do álcool fazem o teste do bafômetro. Similar à nova lei brasileira, o teste não pode ser recusado.

Segurança no trânsito

A Islândia não é para o motorista ocasional. As condições do tempo são imprevisíveis; as estradas são sinuosas e estreitas, sem proteções nos acostamentos e muitos pontos cegos; e a maioria das estradas não é pavimentada. Nunca é avisar demais o quão importante é não dirigir em alta velocidade; a maioria dos acidentes fatais de automóvel na Islândia envolve estrangeiros que desconhecem os perigos de dirigir no país.

Antes de sair, peça informações à sua locadora sobre estradas potencialmente difíceis e condições do tempo, especialmente na baixa temporada. Para condições da estrada, os islandeses confiam muito nas informações sempre atualizadas da Administração de Estradas Públicas, que podem ser vistas no site vegag.is. Para o tempo, contate a Agência Meteorológica da Islândia (+354 902-0600, pressionando "1" para atendimento em inglês).

A maioria das estradas não possui acostamentos. Muitas placas na estrada alertam sobre perigos à frente, mas poucas especificam como diminuir a velocidade, então tenha sempre precaução e dirija devagar. Diminua sempre que o asfalto se transformar em cascalho; os turistas sempre patinam os pneus nas estradas de cascalho, desconhecendo como a tração é fraca sobre a areia grossa e as pedras soltas.

A maior parte das pontes na Islândia é de somente uma pista – com placas dizendo Einbreið brú – e o primeiro carro a chegar à ponte tem a preferencial. Sempre leve óculos de sol para o carro. O reflexo é um perigo comum, e o sol Ártico geralmente permanece baixo no horizonte. E tenha cuidado com as ovelhas na estrada, especialmente quando o filhote está em um lado da estrada e a mãe, do outro.

Estradas nas montanhas e cruzando rios

Não tente cruzar as estradas da região do interior em um veículo normal. As estradas que são para serem cruzadas com veículos 4x4 são indicadas pela letra "F" nas placas e mapas. O procedimento mais seguro nessas estradas é viajar com outros carros. Sempre leve kits de conserto de automóveis e suprimentos de emergência, e em estradas bem remotas, informe alguém sobre seu planejamento de viagem antes de partir. Se você não possui um sistema de navegação por GPS, ao menos leve uma bússola.

Locais de cruzamento de rios que não possuam pontes são marcados nos mapas com a letra "V". O volume de água nesses pontos pode variar muito e de repente, de hora em hora. Um aumento repentino no volume pode ser causado não somente por chuva, mas também pelo sol derretendo gelo glacial. Os níveis de água são normalmente menores no início do dia. Procure mais assistência para cruzar rios com segurança. Antes de cruzar, certifique-se de que a tração nas quatro rodas está acionada e dirija na primeira marcha. Às vezes ajuda cruzar o rio na diagonal, seguindo a corrente.

Baixa temporada

No inverno, o tempo é particularmente volátil e as horas de luz do dia são limitadas. A maior parte das estradas abre em abril ou maio, mas algumas do interior não podem ser passadas até o início de julho. Certifique-se de que seu veículo tenha pneus de neve ou correntes, e sempre leve cobertores, comida e água, para o caso de você ficar perdido.

Postos de combustível

A Islândia possui vários longos trechos sem postos de gasolina, então mantenha seu veículo bem abastecido e saiba a distância necessária até seu próximo reabastecimento. Muitas bombas de gasolinas são automáticas e permanecem abertas 24 horas. Ao passar um cartão de crédito ou débito, provavelmente você terá que saber sua senha (leia mais sobre como utilizar cartões na Islândia). As máquinas também perguntam qual o máximo que você quer gastar, mas só cobram o tanto que for colocado de combustível. A N1 e a Olís, as empresas com o maior número de postos na Islândia, também vendem cartões de combustível pré-pagos. Alguns postos indicados em pequenas cidades no mapa são minúsculos, e é bom ligar em antecipação para se certificar que estarão abertos.

Mapas de estradas

O Iceland Road Atlas, atualizado a cada dois anos, é um compêndio de mapas e informação fenomenal, com 585 páginas, e muito necessário para quem vai percorrer locais mais distantes. É quase impossível de se achar na internet ou em outros países, mas pode ser encontrado com facilidade nas locadoras de automóvel, em muitos postos de gasolina e livrarias. Cada mapa é focado em pequenos trechos das estradas, então para quem prefere uma visão mais geral do todo, é melhor encontrar um mapa mais simples; esses são fáceis de achar.

De ônibus


O sistema de ônibus da Islândia é confiável e pontual. Ônibus públicos ligam todas as principais cidades, e até mesmo algumas rotas do interior mais isoladas são cobertas durante o verão. Os ônibus islandeses são máquinas impressionantes, passando por terreno pedregoso e cruzando rios. Os ônibus estão de acordo com o padrão europeu de conforto.

Várias empresas de ônibus operam na Islândia, mas todos os trajetos regulares são coordenados pela principal empresa de ônibus da Islândia, BSÍ (bsi.is). Os horários dos ônibus estão disponíveis na internet ou nas rodoviárias e centros de informações turísticas por todo o país. O site nat.is também é ótimo para horários de ônibus e reservas. A maior parte dos trajetos de longa distância somente operam durante o verão.

Para os ônibus na Rodovia do Anel não é necessária reserva, e você pode pagar a bordo com dinheiro ou cartão de crédito. Nas pequenas cidades, o ponto de ônibus é geralmente o posto de gasolina principal. A cobertura da Rodovia do Anel é completa de junho a agosto, mas de setembro a maio, vai somente de Reykjavík a Akureyri, no norte e até Höfn, no sudeste.

Viajar de ônibus não é tão barato quanto você possa pensar, se comparado à viagem de carro ou aérea, especialmente para distâncias mais longas. De Reykjavík a Egilsstaðir, de ônibus, custa mais do que o preço de um voo.

De avião


A viagem aérea na Islândia é comum, fácil, com bom custo-benefício e bem necessária, especialmente no inverno. Se você reservar com antecedência, conseguirá poupar dinheiro. Algumas rotas possuem bastante movimento (como de Reykjavík para Akureyri, dez voos por dia no verão) e algumas menos movimentadas (de Reykjavík a Gjögur, duas vezes por semana).

A Air Iceland (airiceland.is) é a companhia aérea que lida com a maior parte do transporte doméstico, atendendo a sete destinos dentro da Islândia (Akureyri, Egilsstaðir, Ísafjörður, Reykjavík, Vopnafjörður, Grímsey e Þórshöfn), além de voar para as Ilhas Faroe e para a Groenlândia.

A Eagle Air (eagleair.is) liga Reykjavík a Vestmannaeyjar, Húsavík, Höfn, Bíldudalur e Gjögur, além de oferecer passeios turísticos aéreos.

Por causa dos fortes ventos na Islândia e tempo imprevisível, quem viaja de avião deve ir preparado para possíveis atrasos e cancelamentos, especialmente no inverno.

De barco


O sistema de ferry boats da Islândia é muito utilizado pelos turistas. Os únicos barcos que levam carros são o Baldur, que liga Stykkishólmur, na península Snæfellsnes a Brjánslækur, e a Herjólfur, que liga o porto de Þorlákshöfn e Landeyjarhöfn a Vestmannaeyjar.

De bicicleta


A Islândia é um local recompensador mas também cansativo para andar longas distâncias de bicicleta. Os maiores inconvenientes são o tempo volátil, ventos fortes, tempestades de areia, estradas de chão batido e pedras que são atiradas pelos pneus dos veículos que passam. Qualquer bicicleta levada para a Islândia deve ser de muito boa qualidade. Fique bem visível para os motoristas, e sempre utilize capacete – é requisito legal para todas as crianças com menos de 15 anos. Para proteger a vegetação da Islândia, qualquer direção tomada fora da estrada – de bicicleta ou de carro – é completamente proibida.

Ciclistas andando pela Rodovia do Anel podem utilizar o ônibus como auxílio em caso de tempo ruim. As bicicletas são armazenadas no compartimento de bagagem. O site do Clube de Mountainbike da Islândia não marca viagens ou aluguéis de bicicletas para turistas, mas você encontrará sugestões de itinerários, dicas e um guia completo sobre o ciclismo na Islândia.